Capital de Giro: entenda como funciona

Quando se trata de administrar um negócio, uma boa compreensão do capital de giro é crucial para construir uma empresa sólida e lucrativa.  No entanto, muitos empreendedores e gestores ainda têm dúvidas sobre como esse conceito funciona e como ele pode impactar diretamente suas operações. Neste artigo, vamos mergulhar no universo do capital de giro, desvendando seus mistérios e destacando sua importância para o sucesso empresarial.

O que é Capital de Giro?

Esse recurso é um ativo à disposição para manter os processos de trabalho do seu empreendimento. É como o combustível que mantém o motor de um negócio funcionando. Ou seja, ele permite financiar e sustentar as atividades básicas que mantêm as operações da empresa. 

Nesse sentido, ele é utilizado para cobrir despesas operacionais, como pagamento de salários, contas de luz, aluguel, compra de estoque e outros custos essenciais para manter a continuidade dos processos.

Como funciona?

O funcionamento do capital de giro é relativamente simples. Nesse aspecto, ele é composto pelos ativos circulantes da empresa, ou seja, aqueles que podem ser convertidos em dinheiro em um curto período de tempo, como estoques, contas a receber e valores em caixa. Por outro lado, são subtraídos os passivos circulantes, que são as obrigações de curto prazo, como contas a pagar e empréstimos bancários.

Passos simples para gerenciar seu Capital de Giro

Ter um capital de giro adequado é crucial para a saúde financeira de uma empresa. Sem ele, as operações podem ficar comprometidas, levando até mesmo ao fechamento do negócio. Desse modo, gerenciar esse recurso envolve monitorar de perto os fluxos de caixa, controlar os prazos de pagamento e recebimento, otimizar os estoques e buscar alternativas de financiamento quando necessário.

É importante pontuar que o valor desse ativo deve ser compatível com as contas fixas da empresa. Do contrário, ela pode acabar falindo em períodos de vendas baixas ou poucos clientes. 

Por isso, é importante fazer a gestão dessa ferramenta, aplicando estratégias eficazes,  como:

  • Controlar a quantidade de inadimplências; 
  • Documentar adequadamente os processos financeiros;
  • Renegociar dívidas que tendem a vencer antes da entrada de dinheiro no caixa;
  • Fazer um bom cálculo e entender os valores reais da sua empresa.

Como conseguir esse recurso?

Em tempos de “normalidade”, o capital de giro provém do próprio lucro do empreendimento. Logo, uma porcentagem específica é destinada, mensalmente, como reserva financeira da empresa. 

Entretanto, na ocorrência de imprevistos e crises,  é preciso adquirir outras fontes de capital, como empréstimos, linhas de crédito e financiamentos externos. 

Entre as principais alternativas para a captação de recursos para o capital de giro, estão os investimentos pessoais,  investidores-anjo ou sócios, empréstimos com garantia de bens, linhas de crédito para empreendedores, antecipação de recebíveis, entre outras maneiras. 

Contabius e Gestão do Capital de Giro: Uma parceria de sucesso

Em suma, o capital de giro é o centro de estabilidade de qualquer empresa. Assim, entender como ele funciona e como gerenciá-lo de forma eficiente é fundamental para o sucesso empresarial. Com o apoio da Contabius, você pode garantir que sua empresa tenha o capital de giro necessário para enfrentar qualquer desafio e alcançar novos patamares de crescimento. 

Portanto, na Contabius, nossos especialistas em contabilidade e finanças estão preparados para ajudar sua empresa a otimizar o gerenciamento do capital de giro. Entre em contato conosco hoje mesmo e descubra como podemos ajudar o seu negócio a prosperar.

Compartilhe o nosso artigo

Outros posts

contabilidade

Como precificar um produto ou serviço?

Precificar um produto ou serviço é uma das decisões mais importantes para qualquer negócio. Uma estratégia de precificação eficaz impulsiona os lucros, enquanto uma abordagem

Contabilidade parceira do seu Negócio

Não perca tempo e converse com um de nossos especialista para tirar suas dúvidas