Declaração de IR 2024: Quais os prazos e mudanças?

O Imposto de Renda é uma das obrigações fiscais mais importantes para os brasileiros e, a cada ano, traz consigo ajustes e atualizações que afetam diretamente as finanças pessoais e empresariais. Neste artigo, mergulharemos nos prazos e mudanças cruciais no Imposto de Renda 2024 para garantir que você esteja informado e preparado para lidar com suas obrigações fiscais de forma eficiente e tranquila.

Imposto de Renda: Uma visão geral

O  Imposto de Renda é um tributo cobrado anualmente pelo Governo Federal sobre a renda, ou seja, sobre o que cada brasileiro ganha. Por isso, ele acompanha a evolução patrimonial ano após ano. 

Para fazer um acompanhamento das receitas de pessoas ou empresas, o governo solicita que informem à Receita Federal seus ganhos anuais. No ano seguinte, o órgão avalia se o que cobrou é realmente o que era necessário pagar conforme os rendimentos.

É importante pontuar que o Imposto de Renda passou por duas mudanças significativas em 2023 que devem refletir nas declarações deste ano.

Por que declarar Imposto de Renda?

De acordo com o Ministério da Fazenda, parte dos impostos arrecadados é destinada à saúde, educação, programas de transferência de renda, programas de geração de empregos e inclusão social, e inúmeros serviços públicos prestados ao cidadão brasileiro.

Existe também uma parcela direcionada para investimentos em infraestrutura, segurança pública, cultura, esporte, defesa do meio ambiente e estímulo ao desenvolvimento da ciência e tecnologia. Portanto, pagar o Imposto de Renda gera dinheiro para melhorias no país.

Principais mudanças para 2024

É importante estar ciente das mudanças nas faixas de tributação e alíquotas, pois isso impacta diretamente nas finanças do seu negócio.

Neste ano, o Governo Federal sancionou a atualização da tabela progressiva de cobrança do IR. Com isso, a faixa de isenção passou de R$1903,98 para R$2112,00. Outra mudança prevista é no desconto direto na fonte que, a partir de agora, aplica-se para quem tem salário de R$2640,00, o dobro do salário mínimo em 2023, que era de R$1320,00 e em 2024 é de R$1412,00. 

A fim de operacionalizar a nova medida, a faixa de isenção do imposto ampliou para R$2.112,00 sendo permitida a dedução automática de R$528. Ou seja, quem recebe até R$2.112,00 não precisará pagar Imposto de Renda, mas ainda precisará preencher o informe. Com a decisão, cerca de 13,7 milhões de contribuintes pessoas físicas vão deixar de pagar o IR, segundo a Receita Federal.

O Fisco pode solicitar novas informações ou documentos na declaração do Imposto de Renda 2024. Desse modo, fique atento às possíveis mudanças nas deduções permitidas ou limitações impostas pelo governo. Isso pode afetar significativamente o valor do imposto devido ou a restituição a receber.

Portanto, é necessário estar preparado para fornecer todos os dados e atualizações necessários, garantindo a conformidade e evitando problemas futuros. 

Prazos para Declaração

A Receita anunciou que o período de entrega da declaração este ano será entre 15 de março e 31 de maio. Os contribuintes que receberam rendimentos tributáveis superiores a R$28.559,70 em 2023, cerca de dois salários mínimos por mês, são obrigados a entregar a declaração.

É essencial ficar atento a essas datas para evitar multas e complicações. 

Quem precisa declarar o Imposto de Renda 2024?

Devem fazer a declaração do Imposto de Renda em 2024 as pessoas que se se encaixem nas seguintes situações:

  • Quem recebeu rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 (vinte e oito mil, quinhentos e cinquenta e nove reais e setenta centavos);
  • Quem recebeu rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, também deve declarar no IR caso a soma for superior a R$ 40 mil;
  • Quem obteve ganho de capital na alienação de bens ou realizou operações de alienação em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas também deve declarar em caso de valor acima de R$ 40 mil ou com apuração de ganhos líquidos sujeitas à incidência do imposto;
  • Em relação à atividade rural, aqueles que tiveram receita bruta em valor superior a R$142.798,50 devem declarar.
  • Àqueles que, até o final de 2022, tinham posse ou a propriedade de bens ou direitos, de valor total superior a R$ 300.000
  • Quem passou a ter residência fixa no Brasil em 2023

Como se preparar adequadamente

Organize sua Documentação: Reúna todos os documentos necessários, como comprovantes de renda, despesas médicas, educação, entre outros. Uma organização adequada facilitará o processo de declaração e reduzirá o risco de erros.

Utilize tecnologia de apoio: Considere o uso de softwares ou aplicativos de contabilidade para simplificar o processo de declaração e garantir a precisão dos cálculos. Essas ferramentas otimizam tempo e minimizam o estresse relacionado à preparação do imposto.

Busque assistência profissional: Se sentir dificuldades ou tiver dúvidas, não hesite em procurar ajuda especializada. A  Contabius oferece orientação personalizada e garante que sua declaração esteja em conformidade com as leis fiscais.

Em suma, a declaração de imposto de renda é uma obrigação anual que requer atenção e cuidado. Ao se preparar adequadamente e estar informado sobre as atualizações, você evita multas, maximiza suas deduções e obtém uma experiência tranquila durante o processo de declaração.

Fale conosco na Contabius para obter assistência personalizada e garantir uma declaração de Imposto de Renda sem estresse e sem erros. Não deixe sua saúde financeira para depois. Entre em contato conosco agora e esteja um passo à frente nas suas obrigações fiscais em 2024.

Compartilhe o nosso artigo

Outros posts

contabilidade

Benefícios de empreender no Digital

Nos dias de hoje, a digitalização tornou-se muito mais do que uma tendência; é uma necessidade vital para a permanência e o crescimento dos negócios.

Contabilidade parceira do seu Negócio

Não perca tempo e converse com um de nossos especialista para tirar suas dúvidas